21/06/2010

Na Copa: E ai Maradona, significa?

 "Se eu sou gay? Não, não" afirma Maradona
"Amo as mulheres!", repetiu três vezes na coletiva de imprensa no estádio Soccer City após a vitória por 4 a 1 de sua seleção sobre a Coreia do Sul, pelo grupo B da Copa do Mundo, que deixa os sul-americanos muito perto da classificação para as oitavas de final.

O técnico ridicularizou a pergunta, como se fosse uma insinuação de que tivesse inclinações homossexuais, por causa dos muitos beijos entre homens.

"Estou com a Verônica, que tem 31 anos, é loira, é muito bonita. Não preciso 'desmunhecar" por sentir afeto por meus jogadores. Se eu sou gay, não, não!", enfatizou.

Na Argentina, em uma tradição de mais de 20 anos, homens se cumprimentam com beijos na face.



Vídeo Barba Longa

Nota AFP