06/12/2010

Filme R.E.D - Resenha por @munizfatel

“Red é uma sigla para Retired extremely dangerous ou Aposentados extremamente perigosos”

A vida de agentes da C.I.A. não é fácil. Prender grandes assassinos e terroristas, derrubar um governo dentre outras coisas. Mas e depois? Será que todos têm o mesmo destino? Virar um pensionista e descansar? Um pensionista sim, mas, no caso da história de RED, descansar não faz parte dos planos.

Da série em quadrinhos escrita por Warren Ellis, surgiu esta louca e divertida adaptação para o cinema. A obra mostra a história do ex-agente da C.I.A. Frank Moses (Bruce Willis) que vive tranquilo, curtindo sua vida de aposentado e rasgando cheques só para falar com a atendente do INSS. Até que atiradores invadem sua casa e o obriga a fugir levando consigo a cortejada atendente que, como era de se esperar, se torna a mocinha do longa.


Sem saber o porquê do ataque, Moses se junta, ao longo da história, a velhos amigos da sua época na C.I.A. e sai em busca de uma explicação. Nesta busca ele descobre que a trama envolve até mesmo o vice-presidente dos Estados Unidos.

O filme reúne grandes nomes do cinema americano e que dão todo o charme a ele. Morgan Freeman, com todo seu carisma, interpreta Joe Matheson, o primeiro a ser procurado por Moses. John Malkovich dá um toque hilário quando interpreta Marvin Boggs, um agente aposentado totalmente louco.


Brian Cox faz o russo Ivan Simanov. Já Helen Miller, com uma metralhadora automática, atirando sem dó, se torna uma requintada dama assassina, que só aumenta o status do filme.


Uma mistura que, apesar dos clichês e algumas cenas previsíveis, fez despertar em mim uma sensação de extremo prazer e diversão que deixará qualquer fã de ações militares, assim como eu, extremamente satisfeito. Recomendo muito RED e tenho certeza que o filme te conquistará.

Só espero que o problema nuclear em Moldova vire uma continuação, pois vou amar ver estes grandes atores juntos novamente. E para terminar lembre-se: Nunca chame Marvin Boggs de velho, pois a última coisa que vai ouvir é: “velho o cacete” antes de deixar este mundo.






Filipe tem 15 anos, é estudante do 1º ano do ensino médio, fã de Harry Potter e CQC entre outros. Gosta de mú sicas black/pop e de ler, principalmente revistas, apesar de nem sempre poder. Pretende fazer jornalismo e quiçá ter, futuramente, um blog. Twitter Pessoal: @munizfatel